Ed. New York Square Av. 136, 797

Ala B - Cj. 1105 – Setor Sul Goiânia - GO

Ajustes ou Rinoplastia Secundária?

 

 

Todos os anos, milhares de pessoas passam por procedimentos estéticos, com o objetivo de melhorar aspectos que geram incômodo e desconforto – seja qual for a parte do corpo.

 

A Rinoplastia é uma das dez cirurgias mais realizadas no Brasil e no mundo e tem por objetivo principal corrigir questões funcionais e de proporcionalidade e simetria faciais, ligadas à porção central da face – o nariz.

 

Muitos pacientes que passam por esse procedimento, na maioria das vezes, ficam satisfeitos com o resultado – principalmente se, durante as conversas iniciais com o cirurgião, as expectativas foram devidamente alinhadas com as possibilidades oferecidas pelas técnicas da cirurgia de nariz e, sobretudo, com os limites oferecidos pelas próprias características do paciente.

 

Ainda assim, há casos em que, por motivos diversos, a queixa principal não consegue ser totalmente solucionada com o primeiro procedimento realizado, fazendo com que o paciente volte à sala de cirurgia na tentativa de resolver essas questões. Outros casos, porém, demandam manejos mais sutis, que também demandam pequenos ajustes.

 

O artigo de hoje traz os detalhes envolvidos nas duas possibilidades e as reais indicações, tanto para os casos de retoques, quanto para os casos de rinoplastia secundária. Continue a leitura e confira.

 

O QUE SÃO OS AJUSTES?

 

Quando o edema advindo da rinoplastia realizada é completamente absorvido, cerca de  1 ano após o procedimento, a cicatrização pode modificar algum aspecto modificado na cirurgia – o que não significa uma falha técnica do procedimento.

 

Durante a consulta, o cirurgião, avalia o resultado final, e, havendo necessidade, poderá indicar a realização de pequenos manejos – também cirúrgicos – para ajustar o resultado final.

 

Os ajustes realizados após uma rinoplastia podem envolver:

– Pequenos manejos na ponta nasal, para melhorar a projeção;

– Pequenas retiradas de pele das asas nasais;

– Pequeno aumento do dorso nasal.

 

É importante dizer que a avaliação deve ser minuciosa, pormenorizada e transparente. Isso quer dizer que o cirurgião deverá explicar, de forma clara, os motivos e as indicações para tal manejo.

 

A RINOPLASTIA SECUNDÁRIA

 

Depois de realizada a rinoplastia, quando o resultado final se apresenta, alguns pacientes se mostram ainda descontentes com o novo formato do nariz. Uma situação comum para os pacientes que realizaram mudanças agressivas, que afetaram a proporcionalidade e simetria faciais, e, por vezes a funcionalidade nasal. Infelizmente, na maioria das vezes, esse cenário advém de falhas técnicas que levam à insatisfação.

 

Nesses casos, orienta-se uma nova avaliação da estrutura nasal e, se houver possibilidade, a indicação de uma rinoplastia secundária.

 

Como o próprio nome já diz, trata-se de uma nova cirurgia, envolvendo todo o processo de pré e pós-operatório já conhecidos, incluindo a realização de enxertos cartilaginosos e demandando uma habilidade ímpar do cirurgião – já que a manipulação de um nariz operado é mais complexa do que aquele que é submetido a um primeiro procedimento.

 

A rinoplastia secundária envolve a realização de enxertos cartilaginosos e uma atenção redobrada à estrutura nasal.

 

 

Muitas das vezes, ambas técnicas podem ser evitadas com o alinhamento entre as expectativas do paciente e as reais possibilidades apresentadas pelas técnicas da rinoplastia. Isso porque são vários os casos em que os pacientes desejam fazer mudanças exageradas que poderão descaracterizar seus traços faciais, gerar resultados artificiais e, ainda, prejudicar a funcionalidade nasal.

Portanto, é imprescindível levar em consideração e, sobretudo, confiar na experiência e nas indicações do cirurgião escolhido.

 

Saiba como encontrar um cirurgião.

 

 

 

Dr. Ricardo Ferri – Otorrinolaringologista e Rinoplastia – CRMGO 9674 / RQE 4573

www.instagram.com/dr.ricardoferri

Compartilhe:

Dr Ferri

“A arte da rinoplastia não recai unicamente na maestria da técnica, mas também, e sobretudo, na habilidade de compreender os objetivos e as motivações de cada paciente.” – Dr. Ricardo Ferri

Saiba mais

Leia sobre

Assine nossa newsletter

    Receba novidades sobre o segmento e seja notificado sobre novidades. Não se preocupe, não enviaremos nenhum Spam.

    Entre em contato








      ricardoferri@ricardoferri.com.br

       

      +55 11 62 3924 1300     +55 11 9 8179 2388

       

      Ed. New York Square Av. 136, 797 – Ala B – Cj.

      1105 – Setor Sul Goiânia – GO – CEP 74093-250

      Copyright 2022 - DR Ricardo Ferri – Todos os direitos reservados