Ed. New York Square Av. 136, 797

Ala B - Cj. 1105 – Setor Sul Goiânia - GO

Doutor, quero afinar meu nariz!

Muitos pacientes se incomodam com a largura da estrutura nasal. A rinoplastia de redução é a técnica indicada para esses casos.

 

Continue a leitura deste artigo e entenda como funciona a rinoplastia de redução.

 

O NARIZ LARGO

 

Um nariz é considerado largo quando as asas nasais acabam ultrapassando a linha entre os cantos internos dos olhos.

 

Quando o dorso nasal se apresenta mais rebaixado e achatado, a percepção de nariz mais largo também pode ser maior.

 

A estrutura da ponta nasal também pode influenciar nessa percepção. Se a cartilagem da região da base e da ponta nasais for grande, consequentemente, o nariz parecerá mais largo. O mesmo acontece em alguns casos de queda de ponta.

 

COMO É A RINOPLASTIA DE REDUÇÃO DE NARIZES LARGOS?

 

Quando a largura é percebida em virtude do formato da base alar, a ressecção das asas nasais é uma das técnicas utilizadas na cirurgia.

Se a largura do nariz tem relação com o dorso nasal, os enxertos ósseos e cartilaginosos são utilizados para adequação da altura dorsal e para tornar o nariz mais fino.

 

Suturas e redução de cartilagens são utilizadas na ponta nasal, quando é essa região que dá o aspecto de nariz largo.

 

POR QUE É UM PROCEDIMENTO COMPLEXO?

 

PORQUE É NECESSÁRIO EQUILÍBRIO

O nariz é um órgão funcional. Qualquer manejo equivocado nessa região pode levar a prejuízos para a respiração do paciente.

Já recebi em consultório inúmeros casos de rinoplastias realizadas há mais de 10 anos por outros profissionais que exageraram nas ressecções e deixaram as válvulas nasais da paciente pinçadas, dificultando a respiração. Nesses casos, uma nova rinoplastia é necessária.

 

PORQUE É NECESSÁRIO PRIORIZAR A NATURALIDADE

Geralmente, a largura do nariz está muito ligada aos traços étnicos dos pacientes. Narizes do tipo negroides têm o aspecto mais largo, como característica principal. Buscar um resultado que seja natural pode significar uma mudança menor do que o paciente espera.

É necessário que esses limites estejam bem estabelecidos, desde a avaliação, para que não haja insatisfação por parte do candidato à cirurgia.

 

PORQUE NÃO É UM PROCEDIMENTO ISOLADO

Em uma rinoplastia não é só a largura nasal que é corrigida. Outros aspectos podem estar associados a essa percepção e realizar a mudança em uma só região da estrutura nasal, pode tornar o resultado desproporcional. Portanto, o cirurgião precisa enxergar o nariz como um todo, obviamente, com o foco na queixa principal, mas sem deixar de realizar as mudanças necessárias para que haja um equilíbrio dessa estrutura em relação ao rosto e a ela mesma.

 

É DESAFIADOR, MAS É POSSÍVEL! Desde que a rinoplastia seja realizada por um cirurgião experiente e capacitado.

 

Ele(a) saberá avaliar caso a caso e trabalhar com os limites impostos pelo organismo de cada paciente, visando um resultado satisfatório, seguro, funcional e natural.

 

No caso de pacientes que já passaram por rinoplastias de redução que não deram certo, uma nova rinoplastia é necessária para corrigir o problema estético e/ou melhorar a respiração, também com um cirurgião mais experiente.

 

Dr. Ricardo Ferri – Otorrinolaringologista e Rinoplastia – CRMGO 9674 / RQE 4573

www.instagram.com/dr.ricardoferri

Compartilhe:

Dr Ferri

“A arte da rinoplastia não recai unicamente na maestria da técnica, mas também, e sobretudo, na habilidade de compreender os objetivos e as motivações de cada paciente.” – Dr. Ricardo Ferri

Saiba mais

Leia sobre

Assine nossa newsletter

    Receba novidades sobre o segmento e seja notificado sobre novidades. Não se preocupe, não enviaremos nenhum Spam.

    Entre em contato








      ricardoferri@ricardoferri.com.br

       

      +55 11 62 3924 1300     +55 11 9 8179 2388

       

      Ed. New York Square Av. 136, 797 – Ala B – Cj.

      1105 – Setor Sul Goiânia – GO – CEP 74093-250

      Copyright 2022 - DR Ricardo Ferri – Todos os direitos reservados