Ed. New York Square Av. 136, 797

Ala B - Cj. 1105 – Setor Sul Goiânia - GO

Números da Rinoplastia

 

De acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), o Brasil alcançou o segundo lugar no ranking mundial de cirurgias plásticas realizadas, tendo atingido a marca de 1,2 milhão de intervenções em variadas especialidades.

 

A rinoplastia está entre as dez cirurgias mais procuradas por grande parte da população brasileira. Durante o procedimento, podem ser tratadas quatro estruturas ligadas ao nariz: septo, ponta, narinas e dorso nasal.

 

São muitos os números que envolvem o procedimento voltado a resolver problemas funcionais e de proporcionalidade ligados ao nariz. A começar pela sua história.

 

NÚMEROS NA HISTÓRIA DA RINOPLASTIA

 

Alguns estudos apontam que os primeiros procedimentos cirúrgicos voltados para a reparação de lesões nasais datam de 1818 a.C.

 

Foi no século XV que a cirurgia do nariz se aproximou do que é hoje, utilizadas a favor da estética. Em 1898, foi realizada por Jacques Joseph uma rinoplastia redutora. Já por volta de 1950 a técnica de enxerto cartilaginoso para melhora de formato e projeção da ponta começou a ser utilizada por George Peck.

 

Por volta dos anos 90, o conceito de rinoplastia estruturada foi criado nos Estados Unidos e vem sendo aprimorado ao longo dos anos, utilizado pela maior parte dos cirurgiões.

 

NÚMEROS RELACIONADOS AO PROCEDIMENTO

 

Pode-se dizer que o Brasil é líder na realização de rinoplastias. Isso porque, ainda em 2011, foram mais de 43 mil cirurgias de nariz realizadas no país, aumentando para cerca de 77 mil dois anos depois.

 

Apesar de também solucionar queixas funcionais, 55% das pessoas buscam o procedimento visando a melhoria de questões de proporcionalidade e equilíbrio facial, através de duas técnicas utilizadas pelos cirurgiões: rinoplastia aberta e rinoplastia fechada.

 

A cirurgia, que dura em torno de três horas, tem pelo menos três objetivos:

  • Estético: corrigindo assimetrias, desarmonias e defeitos da região do nariz.
  • Funcional: visando tratar problemas que prejudicam a respiração
  • Reconstrutor: geralmente feita para correção de deformidades genéticas, após traumatismos faciais ou cirurgias mutilantes.

 

Os exames pré-operatórios se dividem em quatro tipos:

  • Clínicos – em consulta, o cirurgião avalia a estrutura do nariz e as características faciais.
  • Laboratoriais – como antes de qualquer procedimento cirúrgico, o paciente deve se submeter a exames de sangue, dosagem de sódio, potássio, ureia e creatinina e coagulograma
  • Avaliação cardiológica
  • De imagem – incluindo raio-x e tomografia computadorizada.

 

OUTROS NÚMEROS

 

A idade mínima sugerida para a rinoplastia é 15 anos. Isso porque as estruturas do nariz precisam estar completamente desenvolvidas.

 

Depois de uma curta internação (entre 12h e 24h), o paciente recebe alta e continua os cuidados em casa. O pós-operatório é considerado tranquilo pela maior parte dos pacientes e a melhora do inchaço inicial leva em torno de 7 a 10 dias. O repouso é relativo e entre 10 e 15 dias, o paciente já está liberado para realizar tarefas do dia a dia, sem esforço excessivo.

 

Exercícios físicos estarão liberados após 1 mês de cirurgia, uso de óculos depois de 2 meses do procedimento.

 

Cerca de 70% do edema é absorvido nos primeiros três meses e o tempo esperado para que haja a cicatrização completa gira em torno de 6 a 12 meses após a cirurgia.

 

A Rinoplastia é uma considerada a mãe da cirurgia plástica, por ter sido uma das primeiras a serem realizadas no mundo. Entender tudo o que está por trás desse procedimento é também parte do processo de decisão pela operação.

Acompanhe nossas redes sociais. Por lá, postamos sempre informações e curiosidades sobre essa especialidade.

 

Dr. Ricardo Ferri – Otorrinolaringologista e Rinoplastia – CRMGO 9674 / RQE 4573

www.instagram.com/dr.ricardoferri

 

 

Compartilhe:

Dr Ferri

“A arte da rinoplastia não recai unicamente na maestria da técnica, mas também, e sobretudo, na habilidade de compreender os objetivos e as motivações de cada paciente.” – Dr. Ricardo Ferri

Saiba mais

Leia sobre

Assine nossa newsletter

    Receba novidades sobre o segmento e seja notificado sobre novidades. Não se preocupe, não enviaremos nenhum Spam.

    Entre em contato








      ricardoferri@ricardoferri.com.br

       

      +55 11 62 3924 1300     +55 11 9 8179 2388

       

      Ed. New York Square Av. 136, 797 – Ala B – Cj.

      1105 – Setor Sul Goiânia – GO – CEP 74093-250

      Copyright 2022 - DR Ricardo Ferri – Todos os direitos reservados