Ed. New York Square Av. 136, 797

Ala B - Cj. 1105 – Setor Sul Goiânia - GO

Fiz procedimentos estéticos no nariz. Posso fazer rinoplastia?

 

Procedimentos estéticos faciais estão em alta. São possibilidades oferecidas por cirurgiões plásticos, otorrinos, dermatologistas e odontologistas. Muitas vezes, parecem vantajosos em relação às cirurgias plásticas e reparadoras, pois prometem menos dor e costumam ser mais baratos, além de os cuidados pré e pós aplicação serem mais simples do que os operatórios.

 

No entanto, os resultados não são definitivos, ao contrário do que acontece com a rinoplastia, por exemplo. Também existe a desvantagem de serem procedimentos muito superficiais, incapazes de resolver por completo as queixas de harmonia facial do paciente e, tampouco, queixas funcionais, como aquelas relacionadas à qualidade da respiração.

 

É normal que muitos pacientes acabem decidindo pela rinoplastia após passar por algum tipo de procedimento estético no nariz, para que finalmente tenham um resultado satisfatório e definitivo. Mas existe a dúvida: essas aplicações anteriores podem atrapalhar ou impedir a realização da cirurgia?

 

Separamos alguns procedimentos estéticos realizados na face e/ou no nariz. Alguns seguros, outros não. Confira se eles podem interferir na sua decisão de passar por uma rinoplastia.

 

 

Preenchimento com PMMA

 

Este tipo de procedimento é extremamente perigoso e não recomendado, por se tratar de um tipo de plástico conhecido como polimetilmetacrilato. Trata-se de um preenchedor não absorvível pelo organismo e seu uso para fins estéticos faciais é proibido. Para piorar, ele pode atrapalhar a rinoplastia por ser difícil de ser retirado.

 

Se o paciente já passou pelo preenchimento, a recomendação é que se espere, no mínimo, de 3 a 4 meses para fazer a rinoplastia. Cada caso deve ser avaliado pelo cirurgião. O ideal é procurar um médico experiente, pois a dificuldade nesses pacientes pode ser maior.

 

Reforçamos que as pessoas interessadas em passar por qualquer tipo de procedimento estético ou cirurgia devem procurar profissionais capacitados e consultórios autorizados. Não se arrisque.

 

Conclusão: liberado para rinoplastia após mínimo de 4 meses da aplicação e avaliação de um cirurgião experiente

 

 

Preenchimento com Ácido Hialurônico

 

O ácido hialurônico é uma substância produzida naturalmente pelo corpo humano. Ele é encontrado naturalmente no nosso organismo, mas pode ter sua aplicação reforçada para fins estéticos. A substância, neste caso, preenche o espaço entre as células e reduz linhas de expressão, além de “moldar” algumas partes do corpo, como nariz e queixo.

 

É usado na Rinomodelação (saiba mais clicando aqui), sendo indicação para aumento do nariz e correção de algumas imperfeições. A Rinomodelação é recomendada para suavizar alguma irregularidade e para algum evento próximo, quando não é viável a cirurgia naquele momento, como uma formatura.

 

Seu uso é seguro, desde que feito por um médico especializado, mas os resultados costumam desaparecer entre um e dois anos, pois o ácido hialurônico é absorvido pelo próprio organismo.

 

No caso da rinoplastia, a aplicação recente deste ácido pode atrapalhar a análise pré-operatória feita pelo cirurgião, pois a substância pode “maquiar” a real situação do nariz. O ideal, neste caso, é que se espere no mínimo três meses após a aplicação do ácido para que a análise não seja prejudicada.

 

Quando a cirurgia é feita, o ácido hialurônico é totalmente retirado e não interfere no resultado da rinoplastia.

 

Conclusão: liberado para rinoplastia após três meses da aplicação.

 

 

Preenchimento com Botox

 

A toxina botulínica ou botox, como é conhecido popularmente, trata-se de um componente produzido por uma bactéria (clostridium botulinum) e normalmente é usado para reparar as linhas de expressão.  Sua aplicação, quando feita por um médico especializado, é totalmente segura.

 

Após a aplicação no músculo, a região tende a relaxar e deixa de ficar rígida, evitando a formação das rugas. O botox pode ser aplicado em praticamente todas as partes do corpo, inclusive no nariz.

 

Na maioria dos casos, sua aplicação não interfere no resultado da rinoplastia, mesmo se for aplicada no nariz ou nas regiões adjacentes. Assim como no ácido hialurônico, é recomendado um hiato mínimo de de 2 a 3 meses após a sua aplicação até a data da rinoplastia.

 

Conclusão: liberado para rinoplastia após três meses da aplicação.

 

Considerações do médico

 

A realização de procedimentos estéticos tradicionais considerados seguros dificilmente impedem o paciente de realizar a Rinoplastia. O importante é não esconder nada do seu cirurgião durante as consultas. Revele tudo o que foi feito no seu rosto e nariz antes da cirurgia acontecer, inclusive as datas de cada procedimento.

 

Dessa forma, o médico poderá fazer uma análise pré-operatória segura, que garantirá não apenas um resultado final esteticamente agradável, mas, principalmente, que a cirurgia corra de forma segura.

 

Dr. Ricardo Ferri – Otorrinolaringologista e Rinoplastia – CRMGO 9674 / RQE 4573

Compartilhe:

Dr Ferri

“A arte da rinoplastia não recai unicamente na maestria da técnica, mas também, e sobretudo, na habilidade de compreender os objetivos e as motivações de cada paciente.” – Dr. Ricardo Ferri

Saiba mais

Leia sobre

Assine nossa newsletter

    Receba novidades sobre o segmento e seja notificado sobre novidades. Não se preocupe, não enviaremos nenhum Spam.

    Entre em contato








      ricardoferri@ricardoferri.com.br

       

      +55 11 62 3924 1300     +55 11 9 8179 2388

       

      Ed. New York Square Av. 136, 797 – Ala B – Cj.

      1105 – Setor Sul Goiânia – GO – CEP 74093-250

      Copyright 2022 - DR Ricardo Ferri – Todos os direitos reservados