Ed. New York Square Av. 136, 797

Ala B - Cj. 1105 – Setor Sul Goiânia - GO

Rinoplastia e Tempo Seco

 

Entre os meses de julho e setembro a região centro-oeste do Brasil acaba sofrendo com um inverno seco, em que a umidade relativa do ar chega a ficar abaixo de 15%, quando o ideal, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, é estar entre 50% e 80%.

 

A baixa umidade do ar pode levar a desidratação das células, principalmente da pele e das mucosas. O que influencia diretamente na respiração, aumentando a incidência de doenças respiratórias – como rinites e alergias, por exemplo.

 

No artigo de hoje vamos falar da relação do tempo seco com as questões funcionais nasais, bem como a sua influência nos pacientes que se submetem a uma rinoplastia durante esse período do ano, principalmente em Goiânia.

 

TEMPO SECO E NARIZ

 

O nariz é uma das primeiras partes do corpo a sentir a baixa umidade do ar.

 

O ar precisa estar na temperatura ideal e úmido para chegar aos pulmões. O nariz é órgão responsável por realizar esse equilíbrio. Quando o tempo está seco ele se redobra para conseguir melhorar as condições do ar que é inspirado, algumas vezes, em vão.

 

Essa condição do tempo faz com que as narinas fiquem mais ressecadas, com acúmulo de muco nasal também ressecado e pode haver, ainda, irritação seguida ou não de sangramento nasal.

 

 

TEMPO SECO E RINOPLASTIA

 

É comum que após a rinoplastia, independentemente do clima, o nariz já fique um tanto quanto ressecado.

 

Quando o clima está seco, essa condição tende a piorar, já que o nariz se encontrará em processo de recuperação, trabalhando para absorver os edemas advindos do procedimento.

 

Apesar dos incômodos trazidos pela baixa umidade do ar, fazer a rinoplastia entre os meses de julho e setembro não interfere em nada no processo de recuperação e nos resultados do procedimento.

 

São raros os casos em que o paciente sente um desconforto maior dos que já são naturais dessa época do ano.

 

Ainda assim, os cuidados, durante o pós-operatório devem ser redobrados.

 

 

CUIDADOS COM O NARIZ NO TEMPO SECO

 

Em geral, as orientações para o cuidado com a respiração quando a umidade relativa do ar se encontra abaixo de 30% são:

– Lavagens frequentes com soro fisiológico

– Nebulizações

– Umidificadores de ar

– Ingestão frequente de líquidos

 

Quando o caso é de um paciente em recuperação de Rinoplastia, os cuidados são os mesmos, no entanto, a frequência de lavagens é maior.

 

O tempo seco não é uma contraindicação para a cirurgia. Basta que o paciente siga as orientações do médico escolhido para que o pós-operatório seja mais confortável, mesmo durante o clima seco.

 

É responsabilidade do cirurgião e de sua equipe passar as informações necessárias ao paciente, independentemente do período escolhido para a realização do procedimento.

 

O pós-operatório é um momento decisivo para que os resultados sejam alcançados com segurança e, sobretudo, saúde.

 

Converse com seu cirurgião.

 

Dr. Ricardo Ferri – Otorrinolaringologista e Rinoplastia – CRMGO 9674 / RQE 4573

www.instagram.com/dr.ricardoferri

Compartilhe:

Dr Ferri

“A arte da rinoplastia não recai unicamente na maestria da técnica, mas também, e sobretudo, na habilidade de compreender os objetivos e as motivações de cada paciente.” – Dr. Ricardo Ferri

Saiba mais

Leia sobre

Assine nossa newsletter

    Receba novidades sobre o segmento e seja notificado sobre novidades. Não se preocupe, não enviaremos nenhum Spam.

    Entre em contato








      ricardoferri@ricardoferri.com.br

       

      +55 11 62 3924 1300     +55 11 9 8179 2388

       

      Ed. New York Square Av. 136, 797 – Ala B – Cj.

      1105 – Setor Sul Goiânia – GO – CEP 74093-250

      Copyright 2022 - DR Ricardo Ferri – Todos os direitos reservados