Ed. New York Square Av. 136, 797

Ala B - Cj. 1105 – Setor Sul Goiânia - GO

Rinoplastia – Exames complementares

 

 

Todo e qualquer paciente que necessite se submeter a uma cirurgia precisa fazer uma série de exames pré-operatórios para uma avaliação do cirurgião e para a análise de risco cirúrgico.

Os pacientes que se interessam pela rinoplastia devem saber que também precisarão passar por exames, antes mesmo de agendar o procedimento.

 

Já na consulta inicial, após a avaliação física, o cirurgião explica ao candidato quais serão os manejos a serem feitos na cirurgia, com o objetivo de sanar a queixa principal. Além disso, nesse mesmo momento, o médico faz o pedido de alguns exames para análise do risco cirúrgico e da saúde geral do paciente.

 

Alguns exames são obrigatórios, como os de sangue e sorologia, raio-x de tórax e exames cardiológicos.

No entanto, há casos em que outros exames se fazem necessários. Os exames complementares são solicitados, principalmente, quando há hipóteses de disfunções no funcionamento e/ou na estrutura nasal.

 

O artigo de hoje apresentará dois dos exames complementares que podem ser solicitados pelo cirurgião.

 

NASOFIBROSCOPIA

 

Feito com a ajuda do nasofibroscópio (um aparelho endoscópico conectado a um sistema de vídeo), esse exame torna possível a análise da cavidade nasal, faringe e laringe.

 

O cirurgião, normalmente, solicita esse exame para rastreamento e avaliação de alterações no septo (avaliando o grau do desvio) e demais estruturas internas do nariz. Através da nasofibroscopia também é possível diagnosticar doenças das vias aéreas superiores como: rinites, sinusites e sangramentos nasais, por exemplo.

 

Durante o procedimento, é aplicado um anestésico dentro do nariz e o paciente fica acordado.

 

TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA (TC)

 

Esse exame já é conhecido pela maior parte dos pacientes. No pré-operatório de rinoplastia, ela também pode ser utilizada para uma avaliação das estruturas ósseas e anatômicas do nariz.

 

Através de uma radiação ionizante, enquanto o paciente está no interior do aparelho de TC, é gerada uma sequência de imagens que permitem a análise das estruturas nasais do paciente.

 

Para a realização do exame não é necessária preparação, a não ser que o exame precise ser feito com contraste – para avaliar o comportamento vascular da região.

 

Os exames pré-operatórios são fundamentais para a segurança tanto do paciente quanto do cirurgião que realizará o procedimento. Tendo em mãos os resultados, o médico conseguirá avaliar e decidir em conjunto com o candidato qual o melhor plano cirúrgico para a solução do problema e/ou queixa apresentados.

 

Saiba como encontrar um cirurgião, clicando aqui.

 

Dr. Ricardo Ferri – Otorrinolaringologista e Rinoplastia – CRMGO 9674 / RQE 4573

www.instagram.com/dr.ricardoferri

 

Compartilhe:

Dr Ferri

“A arte da rinoplastia não recai unicamente na maestria da técnica, mas também, e sobretudo, na habilidade de compreender os objetivos e as motivações de cada paciente.” – Dr. Ricardo Ferri

Saiba mais

Leia sobre

Assine nossa newsletter

    Receba novidades sobre o segmento e seja notificado sobre novidades. Não se preocupe, não enviaremos nenhum Spam.

    Entre em contato








      ricardoferri@ricardoferri.com.br

       

      +55 11 62 3924 1300     +55 11 9 8179 2388

       

      Ed. New York Square Av. 136, 797 – Ala B – Cj.

      1105 – Setor Sul Goiânia – GO – CEP 74093-250

      Copyright 2022 - DR Ricardo Ferri – Todos os direitos reservados