Ed. New York Square Av. 136, 797

Ala B - Cj. 1105 – Setor Sul Goiânia - GO

Análise de caso – Rinoplastia terciária para reconstrução da válvula nasal

A qualidade da respiração, chamada pelos médicos de funcionalidade nasal, deve ser sempre prioridade em uma rinoplastia.

É grande o número de pacientes que precisam passar por uma nova rinoplastia porque a primeira fez a respiração ficar pior.

No artigo de hoje você confere a análise de um paciente que eu recebi no consultório.

Ele reclamou que fez duas rinoplastias com outro cirurgião, mas a respiração estava ruim. Por isso, precisei realizar a rinoplastia pela terceira vez para corrigir a estrutura nasal e a respiração.

 

RINOPLASTIA ESTRUTURADA

Consertar ligamentos e reestabelecer a função nasal são objetivos da rinoplastia estruturada, que se encontra entre os cinco procedimentos mais populares no país.

Através de enxertos retirados do próprio septo – quando há condições da estrutura – ou da orelha e costela, é possível melhorar a abertura da válvula nasal e refinar o formato nasal como um todo, de maneira segura, natural e duradoura.

 

 

VÁLVULAS NASAIS

Os mecanismos valvulares do nariz são compostos por tecidos moles e cartilagens e são responsáveis por regular o fluxo e a velocidade do ar que entra no nariz, através de pequenas contrações involuntárias, durante a respiração.

As válvulas nasais são estruturas que estão diretamente ligadas à funcionalidade nasal e, durante uma rinoplastia, devem ser preservadas.

Quando pinçadas – seja pela própria estrutura anatômica ou por um manejo prévio malsucedido – a queixa principal é de obstrução.

A sua reconstrução é possível e é comumente realizada com uso de enxertos cartilaginosos, visando um melhor suporte para a válvula nasal que tenha apresentado insuficiência.

Veja a seguir como ela é realizada.

 

A AVALIAÇÃO DA PACIENTE

O paciente foi avaliado de acordo com os protocolos indicados para a primeira consulta.

Queixa principal: obstrução nasal após duas rinoplastias prévias.

Por meio do exame físico e, posteriormente, de exames endoscópicos, foi possível constatar o pinçamento da válvula nasal.

O planejamento cirúrgico foi elaborado com o objetivo principal da correção da funcionalidade e refinamento da estrutura nasal.

 

A CIRURGIA

 

Tipo de rinoplastia: rinoplastia terciária, para reconstrução de válvula nasal, melhora da estrutura e refinamento de ponta.

Tempo de cirurgia: cinco horas.

Tipo de anestesia: Geral

Manejos utilizados:

  • Correção do pinçamento das válvulas nasais com a adequação da estrutura do septo, utilizando enxertos de costela para fortalecimento do contorno alar.
  • Correção da angulação, simetria e refinamento da ponta nasal com suturas e enxertos, promovendo sustentação e uma maior abertura das narinas, visando a melhora da funcionalidade.

 

Enxertos costais são comumente utilizados em rinoplastias terciárias, isso porque a estrutura nasal, nesses casos, já se encontra manipulada e dificilmente pode ser aproveitada, quando se trata de promover sustentação e estabilidade.

 

EVOLUÇÃO E RESULTADO

Harmonia e naturalidade foram os principais pontos observados no pós-operatório imediato. Foi possível perceber de forma clara a melhora da projeção da ponta e abertura das narinas, com a base nasal corrigida.

O paciente relatou melhora na respiração, ainda no hospital – mesmo com os splints nasais.

 

ATENÇÃO!

Os casos relatados nessa série de artigos são ilustrativos, com o intuito de facilitar o entendimento das técnicas utilizadas, buscando o resultado pretendido.

É importante dizer que cada caso é único, assim como a rinoplastia realizada e a evolução pós-operatória, dependendo, principalmente, do organismo de cada paciente.

 

Saiba como encontrar um bom cirurgião .

 

Dr. Ricardo Ferri – Otorrinolaringologista e Rinoplastia – CRMGO 9674 / RQE 4573

www.instagram.com/dr.ricardoferri

Compartilhe:

Dr Ferri

“A arte da rinoplastia não recai unicamente na maestria da técnica, mas também, e sobretudo, na habilidade de compreender os objetivos e as motivações de cada paciente.” – Dr. Ricardo Ferri

Saiba mais

Leia sobre

Assine nossa newsletter

    Receba novidades sobre o segmento e seja notificado sobre novidades. Não se preocupe, não enviaremos nenhum Spam.

    Entre em contato








      ricardoferri@ricardoferri.com.br

       

      +55 11 62 3924 1300     +55 11 9 8179 2388

       

      Ed. New York Square Av. 136, 797 – Ala B – Cj.

      1105 – Setor Sul Goiânia – GO – CEP 74093-250

      Copyright 2022 - DR Ricardo Ferri – Todos os direitos reservados