Ed. New York Square Av. 136, 797

Ala B - Cj. 1105 – Setor Sul Goiânia - GO

Quem não pode fazer uma rinoplastia?

 

A Rinoplastia é uma das dez cirurgias mais realizadas no Brasil e no mundo. Milhares de pessoas recorrem ao procedimento para melhorar queixas ligadas à funcionalidade ou proporcionalidade nasal.

 

 

As técnicas são aprimoradas com o passar dos anos, visando sempre resultados mais naturais e satisfatórios. Geralmente, a cirurgia de nariz é procurada por quem deseja corrigir desvios de septo, sinusite crônica ou a hipertrofia dos cornetos, bem como mudar características externas como dorso alto ou muito baixo, largura nasal e ponta caída.

 

 

O médico especialista em Rinoplastia é o responsável por realizar a avaliação, levando em consideração as queixas trazidas pelo paciente, no ato da primeira consulta, seguido do planejamento cirúrgico.

 

 

Há casos, porém, em que o procedimento não pode ser realizado.

Você sabe quando isso acontece?

 

 

No artigo de hoje, separamos para você as ocasiões em que o cirurgião precisa (ou deveria) dizer não à realização da Rinoplastia.

 

 

Em caso de dúvidas, entre em contato através de nossas redes sociais. Estaremos à disposição para te responder.

 

 

QUANDO O CIRURGIÃO DEVE DIZER NÃO AO PROCEDIMENTO?

 

 

Existem algumas contraindicações absolutas para a realização da Rinoplastia.

– Quando é perceptível que o paciente está em busca do procedimento em virtude de pressão ou para agradar a terceiros;

– Quando, após a avaliação, chega-se à conclusão de que a Rinoplastia não consegue solucionar as queixas do paciente;

– Quando é entendido que o paciente não terá condições de seguir com os cuidados do pós-operatório de maneira adequada e não terá ninguém para auxiliá-lo a fazê-lo;

– Quando o paciente tem doença de pele ativa ou esteja passando por algum tratamento para neoplasias;

– Quando a paciente for gestante;

– Quando o paciente apresentar depressão, síndrome do pânico e ansiedade sem compensação;

– Quando houver quadros de doença cardíaca grave, doenças infecciosas ou diabetes ou pressão arterial descompensadas.

 

 

Além dessas, em outras ocasiões, o cirurgião deve avaliar de forma minuciosa, como por exemplo, quando se trata de uma Rinoplastia Secundária, ou seja, quando o paciente já passou anteriormente por outra Rinoplastia.

Por vezes, a estrutura nasal já se encontra muito alterada. E a recusa é indicada não só pela alta complexidade do procedimento, mas sim, para que se evite prejuízos maiores em relação à funcionalidade e a descaracterização do rosto do candidato.

 

 

Há casos em que a negativa da Rinoplastia não significa não poder alterar algum detalhe do nariz. Existem outras técnicas menos invasivas, como a rinomodelação, por exemplo, que podem melhorar os aspectos que são motivo de incômodo ao paciente. Ainda assim, uma avaliação se faz necessária.

 

 

Cabe ao cirurgião analisar o paciente como um todo. Tanto as condições físicas quanto as psicológicas devem ser levadas em consideração para que a cirurgia seja indicada e planejada. Se durante a análise for percebido que o procedimento pode trazer riscos maiores do que os benefícios que pode oferecer, o ideal é, de fato, não realizá-lo.

 

 

Escolher um profissional experiente e habilitado faz total diferença para que a saúde do paciente esteja em primeiro lugar. O cirurgião deve esclarecer de forma honesta todos os pontos que fazem da Rinoplastia desejada um procedimento não indicado, naquele momento, e o paciente, por sua vez, deve acatar as pontuações feitas pelo médico escolhido, pensando no seu bem-estar e na qualidade de vida.

 

 

Saiba como encontrar um bom cirurgião, clicando aqui.

 

 

Em caso de dúvidas, entre em contato.

 

 

Dr. Ricardo Ferri – Otorrinolaringologista e Rinoplastia – CRMGO 9674 / RQE 4573

www.instagram.com/dr.ricardoferri

Compartilhe:

Dr Ferri

“A arte da rinoplastia não recai unicamente na maestria da técnica, mas também, e sobretudo, na habilidade de compreender os objetivos e as motivações de cada paciente.” – Dr. Ricardo Ferri

Saiba mais

Leia sobre

Assine nossa newsletter

    Receba novidades sobre o segmento e seja notificado sobre novidades. Não se preocupe, não enviaremos nenhum Spam.

    Entre em contato








      ricardoferri@ricardoferri.com.br

       

      +55 11 62 3924 1300     +55 11 9 8179 2388

       

      Ed. New York Square Av. 136, 797 – Ala B – Cj.

      1105 – Setor Sul Goiânia – GO – CEP 74093-250

      Copyright 2022 - DR Ricardo Ferri – Todos os direitos reservados