Ed. New York Square Av. 136, 797

Ala B - Cj. 1105 – Setor Sul Goiânia - GO

Como vai ficar meu nariz no pós-operatório?

Uma das perguntas que frequentemente são feitas em consultório é sobre a evolução cicatricial, durante o pós-operatório.

 

Continue a leitura desse artigo e veja como a estrutura nasal se organiza e se adapta ao novo formato, durante o primeiro ano de pós-operatório de Rinoplastia.

 

PÓS-OPERATÓRIO IMEDIATO

 

Assim que a cirurgia acaba, antes mesmo do paciente acordar, é possível ter uma ideia de como o nariz vai ficar, no resultado final.

 

Mas esse olhar é mais técnico e apenas o cirurgião consegue ter essa percepção. Isso porque ainda existem grandes edemas na região que camuflam o novo formato.

 

Nesse momento, os cirurgiões costumam tirar fotos, para que seja possível fazer uma comparação com o formato do nariz antes da cirurgia e  durante o processo cicatricial.

 

ENTRE O PRIMEIRO E SÉTIMO DIA

 

Até o terceiro dia, o nariz incha gradativamente. Esse é o edema responsável pelas queixas de sensação de nariz obstruído.

 

A partir do quarto dia, o edema tende a estacionar e começar a diminuir, até por volta do sétimo dia.

 

Nesse momento, ainda não é possível ver a alteração realizada, já que o paciente deve continuar com o curativo feito na cirurgia, até a consulta de avaliação de pós-operatório.

 

ENTRE O SÉTIMO E O DÉCIMO QUINTO DIA

 

Depois que o curativo é retirado, o nariz se mostra ainda inchado e a pele um pouco oleosa. Internamente, entre o sétimo e o décimo quinto dia, a estrutura nasal passará por uma franca adaptação ao novo formato e cicatrização.

 

DO PRIMEIRO AO TERCEIRO MÊS

 

Nessa fase, o nariz ainda possui um edema moderado que é absorvido gradualmente pelo organismo.

 

Dependendo de como era o nariz antes da cirurgia, muitos pacientes já conseguem ver diferença, ainda que o resultado apresentado esteja um tanto quanto distante do que é percebido após a cicatrização total da estrutura.

 

Nesses três primeiros meses, é natural ouvir relatos de sorriso travado, nariz com a ponta dura, mas tudo está dentro do esperado, já que ainda há edemas na região. Externamente, a cicatriz já está mais clara e quase imperceptível.

 

Quando o paciente é visto de perfil, já é possível notar melhoras consideráveis no formato do dorso nasal.

 

 

DO TERCEIRO AO SEXTO MÊS

 

Nesse período, a estrutura nasal apresenta um inchaço residual, a depender das técnicas utilizadas e do trauma necessário para a construção do novo formato. Internamente, o processo cicatricial continua com a absorção do edema, principalmente na ponta nasal.

 

O nariz já apresentará um formato mais agradável e natural, mas esse ainda não é o resultado final.

 

 

DO SEXTO AO DÉCIMO SEGUNDO MÊS

 

Nesse período, a estrutura nasal apresenta um inchaço residual, a depender das técnicas utilizadas e do trauma necessário para a construção do novo formato. Internamente, o processo cicatricial continua com a absorção do edema, principalmente na ponta nasal.

 

O nariz já apresentará um formato mais agradável e natural, e a maior parte dos casos, já chega ao resultado final neste período, a depender da técnica, tipo de nariz e da própria evolução cicatricial do paciente.

 

ATENÇÃO!

 

As informações trazidas nesse artigo estão generalizadas. Todo processo cicatricial precisa levar em consideração o organismo do paciente, sua conduta no pós-operatório quanto às orientações passadas e as técnicas utilizadas na cirurgia.

 

O importante é entender que a paciência também é um fator necessário durante esse processo.

Lembre-se de que cada cirurgião tem uma conduta frente às questões que envolvem a rinoplastia. Discuta com seu médico todos os passos e previsões do seu pós-operatório.

 

Saiba como encontrar um bom  cirurgião .

 

Dr. Ricardo Ferri – Otorrinolaringologista e Rinoplastia – CRMGO 9674 / RQE 4573

www.instagram.com/dr.ricardoferri

Compartilhe:

Dr Ferri

“A arte da rinoplastia não recai unicamente na maestria da técnica, mas também, e sobretudo, na habilidade de compreender os objetivos e as motivações de cada paciente.” – Dr. Ricardo Ferri

Saiba mais

Leia sobre

Assine nossa newsletter

    Receba novidades sobre o segmento e seja notificado sobre novidades. Não se preocupe, não enviaremos nenhum Spam.

    Entre em contato








      ricardoferri@ricardoferri.com.br

       

      +55 11 62 3924 1300     +55 11 9 8179 2388

       

      Ed. New York Square Av. 136, 797 – Ala B – Cj.

      1105 – Setor Sul Goiânia – GO – CEP 74093-250

      Copyright 2022 - DR Ricardo Ferri – Todos os direitos reservados