Ed. New York Square Av. 136, 797

Ala B - Cj. 1105 – Setor Sul Goiânia - GO

Para cada nariz, uma rinoplastia

Nenhuma rinoplastia é igual à outra, simplesmente porque todos os narizes são diferentes entre si.

“Doutor, como vai ser a minha rinoplastia?” é uma das principais perguntas respondidas na primeira consulta. Cada planejamento é único, mas, claro, é possível categorizar as técnicas utilizadas, diante das características que se apresentam.

 

Continue a leitura desse artigo, entenda quais são as técnicas de rinoplastia utilizadas e para quais tipos de nariz elas são indicadas.

 

RINOPLASTIA DE AUMENTO

 

Indicada para narizes de dorso baixo, cuja incidência maior é em pacientes com descendência asiática ou afro, a rinoplastia de aumento preza pela correção da altura do dorso nasal.

O aspecto de nariz achatado pode ser alterado com enxertos de costela.

É comum que a correção da largura da base nasal, com a alectomia, seja associada ao procedimento, para que haja uma melhor harmonização do novo nariz com os traços faciais.

A previsibilidade de resultado, nesses casos, é bastante positiva, mas o paciente deve estar ciente de que a nova altura do dorso nasal dependerá da quantidade e da qualidade dos enxertos disponíveis para a mudança desejada.

 

RINOPLASTIA DE REDUÇÃO

 

Narizes caucasianos (aduncos ou romanos) possuem características parecidas, principalmente no que diz respeito ao dorso nasal. Alguns deles podem apresentar a giba nasal – protuberância óssea, no dorso e geralmente, em sua grande maioria, a ponta caída é também uma característica presente em pacientes que possuem descendência árabe, italiana ou judia.

Para a correção da altura do dorso, geralmente é necessário realizar o lixamento e osteotomias – fraturas controladas, hoje feitas com equipamento ultrassônico, visando gerar menos traumas aos tecidos e estruturas nasais.

A ponta nasal também é manipulada com enxertos e suturas, para uma rotação ascendente, diminuindo o aspecto da ponta caída.

O resultado esperado é um nariz retilíneo, proporcional à face, com uma ponta segura e projetada.

 

RINOPLASTIA DE REFINAMENTO

 

Existem narizes que não encaixam de maneira total nas classificações conhecidas: romanos, aduncos, negroides ou asiáticos, apresentando, na verdade, uma mistura de características de duas ou mais delas.

Para os casos de falta de formato, o intuito é adequar a estrutura nasal aos traços faciais, pautando sempre pela naturalidade do resultado.

Para isso, as mudanças realizadas na rinoplastia são mais sutis, seja na parte óssea e cartilaginosa do nariz com raspagens, quando é necessário diminuir, ou com pequenos enxertos, quando o planejamento indica o aumento da estrutura nasal.

Na maioria dos casos, as técnicas de rotação, enxerto e sutura na ponta nasal são fundamentais para alteração desejada.

 

 

RINOPLASTIA PRESERVADORA X RINOPLASTIA ESTRUTURADA

 

Para diferenciar uma técnica da outra, vale dizer que:

RINOPLASTIA ESTRUTURADA: tem seu foco no uso de enxertos para a alteração desejada, com atenção maior à ponta nasal, para uma melhor sustentação e no dorso, evitando seu entortamento.

RINOPLASTIA PRESERVADORA: defende a preservação da estrutura original do nariz, sem exageros no uso de enxertos e ressecções.

Em resumo, é possível dizer que ambas as técnicas, bem indicadas e realizadas, apresentam resultados satisfatórios, naturais e duradouros. E, de certo modo, esses conceitos acabam se unindo, já que a premissa básica da rinoplastia, para a maioria dos cirurgiões, é de realizar as alterações necessárias com o mínimo de trauma possível na estrutura nasal.

 

 

QUAL É A SUA RINOPLASTIA?

 

Essa pergunta deve ser respondida pelo cirurgião que você escolher, após uma avaliação minuciosa da sua estrutura nasal.

É importante deixar claro que mesmo com características semelhantes, cada nariz é único e, portanto, a rinoplastia indicada pra ele, também.

 

 

Dr. Ricardo Ferri – Otorrinolaringologista e Rinoplastia – CRMGO 9674 / RQE 4573

www.instagram.com/dr.ricardoferri

Compartilhe:

Dr Ferri

“A arte da rinoplastia não recai unicamente na maestria da técnica, mas também, e sobretudo, na habilidade de compreender os objetivos e as motivações de cada paciente.” – Dr. Ricardo Ferri

Saiba mais

Leia sobre

Assine nossa newsletter

    Receba novidades sobre o segmento e seja notificado sobre novidades. Não se preocupe, não enviaremos nenhum Spam.

    Entre em contato








      ricardoferri@ricardoferri.com.br

       

      +55 11 62 3924 1300     +55 11 9 8179 2388

       

      Ed. New York Square Av. 136, 797 – Ala B – Cj.

      1105 – Setor Sul Goiânia – GO – CEP 74093-250

      Copyright 2021 - DR Ricardo Ferri – Todos os direitos reservados