Ed. New York Square Av. 136, 797

Ala B - Cj. 1105 – Setor Sul Goiânia - GO

Posso fazer rinoplastia?

A maioria das contraindicações para a rinoplastia é temporária, mas todos os pontos precisam ser esclarecidos.

 

No artigo de hoje você vai descobrir quais são os cenários que tornam inviável a realização de uma rinoplastia.

 

IDADE

 

Como o corpo passa por uma grande transformação até o fim da puberdade, incluindo o crescimento de ossos e alterações de todas as suas estruturas, não é recomendado que uma rinoplastia seja realizada antes dos 15 anos.

 

GRAVIDEZ

 

Toda e qualquer técnica eletiva, que envolva medicamentos sedativos, não deve ser realizada por mulheres grávidas. A rinoplastia é uma cirurgia que exige anestesia e sedação. Portanto, se estiver grávida, precisará esperar, pelo menos até os seis meses do bebê para programar uma cirurgia como esta.

 

NEOPLASIAS EM TRATAMENTO

 

Geralmente, os tratamentos de câncer acabam debilitando o paciente, enfraquecendo o sistema imunológico, por exemplo. Cirurgias eletivas são contraindicadas durante o período de tratamento oncológico, visando garantir sua segurança.

 

DOENÇA DE PELE ATIVA

 

Algumas doenças de pele em sua fase ativa, na região da face, podem interferir no resultado de uma rinoplastia. Por esse motivo, orienta-se o tratamento do quadro com acompanhamento de um(a) dermatologista antes da realização da cirurgia.

 

DOENÇAS INFECCIOSAS

 

Quando em quadros agudos, é importante  que a rinoplastia só seja realizada a partir de um mês, após a avaliação do cirurgião e equipe, para garantir o mínimo de segurança para o paciente, na recuperação.

Quando em quadros crônicos, a carga viral deve ser avaliada para que o paciente não tenha complicações no decorrer da cirurgia e no pós-operatório e para evitar a contaminação da equipe.

 

DOENÇA CARDÍACA GRAVE

 

É comum que pacientes cardiopatas usem medicamentos anticoagulantes que, por sua vez, mudam todo o curso de uma cirurgia. Além disso, naturalmente, o risco cirúrgico já é aumentado para pessoas nessas condições.

Para que uma rinoplastia seja realizada em pacientes com diagnósticos como esse, é importante que o cardiologista e o anestesiologista liberem a cirurgia e orientem o uso dos medicamentos necessários tanto para o controle do quadro cardiológico, quanto para o procedimento em si.

 

DIABETES DESCOMPENSADA

 

Pacientes diabéticos podem realizar uma rinoplastia, desde que o quadro esteja controlado há pelo menos três meses. Do contrário, as possibilidades de complicação intra e pós-operatórias são aumentadas.

 

HIPERTENSÃO DESCOMPENSADA

 

Assim como a diabetes, a hipertensão deve estar controlada para que uma cirurgia de nariz seja realizada. Quadros descompensados deste diagnóstico inviabilizam a rinoplastia, pois pode por o paciente em risco, no momento da cirurgia e durante sua recuperação.

 

USO DE ALGUNS MEDICAMENTOS

 

Alguns pacientes fazem uso contínuo de medicamentos que podem interferir na capacidade de coagulação do sangue, que aumentem o risco de trombose e sangramento ou de causar acidose no sangue como:

– Antiagregantes plaquetários

– Anticoagulantes

– Antiinflamatórios

– Anticoncepcionais e reposição hormonal

– Para controle de diabetes e colesterol

– Alguns fitoterápicos

O cirurgião e o anestesiologista precisam ter ciência do tipo e da dosagem dos medicamentos utilizados, para orientarem o período correto de suspensão ou ajuste.

 

USO DE DROGAS

 

Infelizmente, o uso de drogas é uma realidade na nossa sociedade e também torna a rinoplastia inviável temporariamente. É importante que o candidato saiba que, para realizar a cirurgia, precisará se abster do seu uso por pelo menos um mês, a depender da substância utilizada.

 

 

ATENÇÃO!

 

Cada caso é único e deve ser avaliado minuciosamente pelo cirurgião.

É importante lembrar que essas não são contraindicações absolutas para uma rinoplastia. São cenários que podem ser tratados e acompanhados para viabilizar a cirurgia.

 

É fundamental que o paciente seja honesto e transparente com o cirurgião durante a primeira consulta, para que todas as providências sejam tomadas e a rinoplastia seja feita com total segurança.

 

 

Dr. Ricardo Ferri – Otorrinolaringologista e Rinoplastia – CRMGO 9674 / RQE 4573

www.instagram.com/dr.ricardoferri

Compartilhe:

Dr Ferri

“A arte da rinoplastia não recai unicamente na maestria da técnica, mas também, e sobretudo, na habilidade de compreender os objetivos e as motivações de cada paciente.” – Dr. Ricardo Ferri

Saiba mais

Leia sobre

Assine nossa newsletter

    Receba novidades sobre o segmento e seja notificado sobre novidades. Não se preocupe, não enviaremos nenhum Spam.

    Entre em contato








      ricardoferri@ricardoferri.com.br

       

      +55 11 62 3924 1300     +55 11 9 8179 2388

       

      Ed. New York Square Av. 136, 797 – Ala B – Cj.

      1105 – Setor Sul Goiânia – GO – CEP 74093-250

      Copyright 2022 - DR Ricardo Ferri – Todos os direitos reservados