Ed. New York Square Av. 136, 797

Ala B - Cj. 1105 – Setor Sul Goiânia - GO

Sinusectomia: a cirurgia funcional para sinusite

 

 

Quadros frequentes de pressão na face, congestão nasal, mal-estar, tosse e dores de cabeça podem não ser apenas um resfriado que não passa. Esses são sintomas típicos da sinusite. Clima seco, ar poluído e variações constantes de temperatura – incluindo a alternância entre locais com ar condicionado e temperatura ambiente – costumam ser propícios para a ocorrência da sinusite.

 

A face é constituída por cavidades ósseas revestidas por membrana mucosa e são preenchidas pelo ar, chamados seios da face. Eles são quatro – maxilares, etmoides, esfenoides e frontais. A sinusite nada mais é do que um processo inflamatório na mucosa desta região.

 

Dependendo dos seios nasais afetados, da duração dos sintomas e da causa, a sinusite pode ser classificada como:

 

  • Unilateral – quando afeta apenas um lado do rosto
  • Bilateral – quando afeta ambos os lados
  • Aguda – quando dura menos de quatro semanas, tendo sido provocada por vírus
  • Crônica – quando a duração vai além de quatro semanas e sua causa é bacteriana.

 

 

CAUSAS DA SINUSITE

 

Em resumo, as causas da sinusite mais conhecidas são a viral, bacteriana, alérgica e até mesmo anatômicas. No entanto, alguns estilos de vida como o tabagismo, o contato frequente com o ar condicionado ou até mesmo tumores no nariz e nos seios da face podem acarretar a inflamação.

 

 

DIAGNÓSTICO

 

Feito por um otorrinolaringologista, o diagnóstico de sinusite envolve o histórico do paciente, e, normalmente, é feito apenas com a observação dos sintomas e palpação dos seios nasais. Ainda assim, exames como: endoscopia nasal, tomografia computadorizada, colheita das secreções e testes de alergia também podem ser solicitados pelo médico.

 

 

TRATAMENTO

 

Em se tratando de sinusite aguda, o médico poderá receitar um descongestionante para o alívio dos sintomas, bem como um antiinflamatório específico para o tratamento da inflamação propriamente dita.

 

Para a sinusite crônica, o tratamento clínico pode não ser suficiente. Nesses casos, o otorrino indica o tratamento cirúrgico que, por sua vez, não cura, mas visa drenar os seios da face, também conferindo maior conforto à respiração.

 

 

SINUSECTOMIA

 

O procedimento cirúrgico, indicado para a desobstrução dos seios nasais que causam a sinusite crônica, é chamado de sinusectomia. Com várias indicações, técnicas e acessos, o procedimento remove delicadamente as estruturas que dificultam a drenagem dos seios da face, retirando todo o muco acumulado na região.

 

A cirurgia é realizada com o paciente sob anestesia local e sedação ou, em alguns casos, anestesia geral. Não há nenhuma necessidade de corte, uma vez que o procedimento é completamente realizado através das narinas.

 

A sinusectomia pode ser feita de forma associada, no mesmo momento de uma rinoplastia, septoplastia ou turbinectomia e seu pós-operatório é considerado tranquilo. É importante se atentar que a indicação cirúrgica deve ser feita por um otorrinolaringologista.

 

 

Dr. Ricardo Ferri – Otorrinolaringologista e Rinoplastia – CRMGO 9674 / RQE 4573

 

Compartilhe:

Dr Ferri

“A arte da rinoplastia não recai unicamente na maestria da técnica, mas também, e sobretudo, na habilidade de compreender os objetivos e as motivações de cada paciente.” – Dr. Ricardo Ferri

Saiba mais

Leia sobre

Assine nossa newsletter

    Receba novidades sobre o segmento e seja notificado sobre novidades. Não se preocupe, não enviaremos nenhum Spam.

    Entre em contato








      ricardoferri@ricardoferri.com.br

       

      +55 11 62 3924 1300     +55 11 9 8179 2388

       

      Ed. New York Square Av. 136, 797 – Ala B – Cj.

      1105 – Setor Sul Goiânia – GO – CEP 74093-250

      Copyright 2022 - DR Ricardo Ferri – Todos os direitos reservados