Ed. New York Square Av. 136, 797

Ala B - Cj. 1105 – Setor Sul Goiânia - GO

Septoplastia melhora a estética do nariz?

 

As cirurgias de nariz estão entre as cinco mais procuradas por homens e mulheres no país. Nesse número, entram tanto os procedimentos voltados para a estética, quanto para a funcionalidade nasal.

Sinusectomia, turbinoplastia e septoplastia são exemplos de cirurgias funcionais do nariz. Cada uma delas resolve um problema ou incômodo relacionado, principalmente com a obstrução nasal, e são indicadas de acordo com a necessidade avaliada pelo cirurgião em consultório.

 

As cirurgias funcionais também melhoram a estética do nariz?

 

O artigo de hoje tem por objetivo responder essa pergunta que com grande frequência recebemos por meio das nossas redes sociais.

 

 

CIRURGIAS FUNCIONAIS

 

Há casos em que as alterações na anatomia do nariz acabam prejudicando as funções nasais. Os problemas funcionais mais comuns são o desvio de septo, a hipertrofia dos cornetos nasais, além da sinusite crônica. Para todos esses casos, existe uma cirurgia específica que visa corrigir o problema, melhorando a funcionalidade nasal.

 

  • Turbinoplastia – para solucionar o problema da hipertrofia dos cornetos nasais, diminuindo a dificuldade de respiração, através da remoção parcial da estrutura dos cornetos nasais, abrindo espaço para a circulação do ar.
  • Sinusectomia – procedimento que visa abrir e drenar muco e pus dos seios paranasais, através de vídeoendoscopia, sem a necessidade de incisões.
  • Septoplastia – cirurgia que visa corrigir a tortuosidade do septo nasal, responsável pelas queixas frequentes de obstrução.

 

Das cirurgias funcionais supracitadas, apenas uma pode interferir na estética nasal: a septoplastia.

 

Vejamos a seguir quando e como isso acontece.

 

 

SEPTOPLASTIA E SUA INFLUÊNCIA NA ESTÉTICA NASAL

 

 

Composto por cartilagem na parte anterior e osso na parte posterior, o septo nasal é uma estrutura do nariz que serve como uma parede, separando as duas cavidades nasais.

 

Cerca de 85% das pessoas apresentam desvio de septo em diferentes graus de severidade.

 

A cirurgia para a correção dessa alteração estrutural envolve o deslocamento da mucosa e a centralização do septo nasal, podendo ser feita por meio de cirurgia aberta ou vídeoendoscopia, a depender do grau de tortuosidade.

 

Para que o septo seja centralizado e reconstruído, o cirurgião lança mão de técnicas de enxerto cartilaginoso e suturas.

 

Há casos em que o desvio tem grau elevado e também interfere na harmonia e equilíbrio facial, fazendo com que sua correção necessite de uma abordagem estética associada. Ao procedimento de correção do desvio de septo com alteração da simetria e equilíbrio facial, dá-se o nome de Rinosseptoplastia.

 

 

Por outro lado, há também aqueles pacientes que possuem desvios não tão severos mas têm queixas relacionadas à outras características do nariz. Nesses casos há a possibilidade de associação das abordagens cirúrgicas – estética e funcional – para solucionar a queixa apresentada.

 

 

A análise estética do paciente deve ser sempre associada à analise funcional (e vice e versa), exigindo do cirurgião uma avaliação minuciosa e pormenorizada. Só assim é possível identificar o tipo de cirurgia necessária para solucionar a queixa principal do paciente, aliada ou não com a melhora da simetria e equilíbrio facial.

 

 

Dr. Ricardo Ferri – Otorrinolaringologista e Rinoplastia – CRMGO 9674 / RQE 4573

www.instagram.com/dr.ricardoferri

Compartilhe:

Dr Ferri

“A arte da rinoplastia não recai unicamente na maestria da técnica, mas também, e sobretudo, na habilidade de compreender os objetivos e as motivações de cada paciente.” – Dr. Ricardo Ferri

Saiba mais

Leia sobre

Assine nossa newsletter

    Receba novidades sobre o segmento e seja notificado sobre novidades. Não se preocupe, não enviaremos nenhum Spam.

    Entre em contato








      ricardoferri@ricardoferri.com.br

       

      +55 11 62 3924 1300     +55 11 9 8179 2388

       

      Ed. New York Square Av. 136, 797 – Ala B – Cj.

      1105 – Setor Sul Goiânia – GO – CEP 74093-250

      Copyright 2022 - DR Ricardo Ferri – Todos os direitos reservados